segunda-feira, 14 de julho de 2014

Acupuntura Japonesa e a Terapia Floral - uma conversa entre a mente e o corpo.


OS MALES FÍSICOS REVELAM DISTÚRBIOS EMOCIONAIS  

Sabemos que emoções como tristeza, preocupaçao ou raiva, entre outras, afetam a nossa saúde. Como podemos evitar esse processo? A Sabedoria Oriental e a Sabedoria da Terapia Floral partem do princípio  que o  nossa mente é capaz de se comunicar com nosso corpo. Acreditar na tese de que os males   físicos  podem revelar distúrbios  emocionais é uma realidade  para os terapeutas florais e acupunturistas. A junção dessas terapias mostra de que forma isso acontece e, além de tratar os males instalados, oferece meios de prevenção contra esses ataques vindos das emoções.
A tradição milenar  da Sabedoria Oriental ensina que o nosso corpo fisico é permeado por uma rede de caminhos energéticos que correm ao longo da superfície do corpo fazendo a ligação   das extremidades com estruturas orgânicas (órgãos, visceras, tecidos etc). Esses caminhos  são conhecidos como canais de energia onde ficam localizados os acupontos, utilizados para  a aplicação de agulhas na técnica de acupuntura.

Hoje a acupuntura (modalidade de tratamento por meio da inserção de agulhas finíssimas em pontos que estimulam as funções orgânicas) é reconhecida como um meio terapêutico eficaz para tratar diversas patologias físicas e emocionais.  O conceito de bem estar e  de  boa saúde se traduz na capacidade de manter o equilibrio da distribuição de energia de forma que todo o corpo seja nutrido com a substância Qi (energia). Para a cultura oriental a substância Qi é responsável pela manifestação de todos os fenômenos naturais. Sem ela não existiria Vida. Todos os fenômenos naturais que vivenciamos com admiração e respeito, como por exemplo, a formação do feto,  o processo de formação das estrêlas no espaço, o surgimento das flores e o equilíbrio do funcionamento dos nossos orgãos, são igualmente regidos por essa substância Qi. Os orientais sabem que o corpo físico é animado por esse corpo sutil chamado corpo Qi.  Esse corpo sutil alimenta todas as funções fisicas, emocionais e mentais demonstrando uma unidade coerente  que fundamenta   a existência da conexão entre corpo e mente. Por esse motivo, as emoções são consideradas pela sabedoria oriental como as principais causas  das doenças. Seguindo esse preceito, as emoções   atuam diretamente na circulação dessa  energia, afetando a sua distribuição no corpo físico. Quando somos perturbados pelos estados emocionais negativos a distribuição de energia acontece de maneira irregular ao longo dos canais de energia. Essa irregularidade energética   tende a gerar  acúmulos de energia (Qi) em determinadas partes do corpo,  que poderão ser sentidos inicialmente em forma de tensão muscular,  mas que com o tempo, evoluirão como dores, cada vez mais crônicas. Esse mecanismo patológico é denominado  somatização.



                                                           DESEQUILIBRIO DA ENERGIA (QI)

Um exemplo, é o direcionamento da energia para a parte superior do corpo  via canal de energia da Vesicula Biliar, que passa na região do pescoço. Quando acontece esse desequilibrio,  há a manifestação de patologias como: tensão muscular nos ombros, cervicalgias e cervicobraquialgias. Esses sintomas surgem devido ao estado de raiva constante.  Por que? Ora, a raiva é a emoção que está ligada à energia do Fígado e da Vesícula Biliar, que compõem o movimento Madeira. O Movimento Madeira,  explica a Teoria Chinesa dos Cinco Movimentos, direciona a energia (Qi) para todos os lados, com a manifestação explosiva, como uma bomba. Assim somos nós quando estamos com raiva: espalhamos nossas manifestações para todos os lados, atingindo a qualquer um que esteja no caminho. Quando não nos é possivel manifestar a raiva no momento que somos acometidos por ela, restringimos a expansão dessa energia, mas ela acaba por se manifestar internamente, viajando pelos meridianos e atingindo-nos internamente. Assim surge o velho e conhecido torcicolo. Evidentemente, o diagnóstico será complementado pela anaminese, e chegaremos à conclusão de que o motivo desse determinado torcicolo, é a raiva contida, que estará afetando as energias do Fígado e da Vesícula Biliar. 

                                         

ACUPUNTURA JAPONESA

Uma prática mais atualizada de acupuntura desenvolvida por acupunturistas Japoneses de renome  vem aprimorando  o mapeamento da energia (Qi)   por meio da palpação sensível no corpo do paciente, investigando as regiões afetadas pela distribuição irregular do Qi e, a partir das relações que existem entre os meridianos, seus orgãos e as emoções que os afetam,  ajudam a diagnosticar  qual emoção negativa pode estar causando determinado mal estar.   Dentro da arte da acupuntura japonesa  são utilizados   pontos de diagnóstico localizados no abdômen  como meio de identifcar estados emocionais negativos  que afetam a saúde do paciente. Graças a essa forma de diagnóstico, são estabelecidos métodos de tratamentos que aliviam o mal estar fisico e emocional ao mesmo tempo. A investigação dos canais de energia e a percepção do estado de tensão muscular,  permitem  estabelecer uma "conversa" com corpo  de forma que, a todo instante,  podemos ter consciência do impacto que as  emoções negativas estão causando no funcionamento do fisico.


ESTADO EMOCIONAL NEGATIVO AFETA A SAÚDE 

Da mesma forma, Dr. Bach, criador da terapia floral, em seus escritos deixa claro que o estado emocional negativo é o principal vilão pronto a afetar a saúde do homem. Sua pesquisa baseou-se desde o início no desenvolvimento de um método simples e eficaz  que possibilitasse de maneira  suave e tranquila, ajudar a recuperar  as pessoas enfermas. "Tratando o doente, não a doença", ele conversava com seus pacientes individualmente procurando saber seu estado emocional como meio de encontrar a fonte da doença que ele carregava no corpo (e na mente).   Nossa prática  clínica  mais as vivências dos grupos durante nossos cursos de Terapia Floral e Medicina Tradicional Chinesa,  tem evidenciado a importância e a grandeza da junção entre Terapia Floral e Acupuntura. Ambos os métodos tratam o indivíduo, com suas carateristicas pessoais, fisicas e emocionais, e a investigação com base nesses moldes tem sido excelente meio de diagnóstico e de tratamento para a recuperação do equilibrio emocional e físico do indivíduo. Por meio dos métodos de diagnóstico da acupuntura japonesa, podemos localizar no corpo, com grande precisão, o desequilibrio emocional gerador do processo de somatização e, após o tratamento conjugado, é possivel  perceber e avaliar com clareza, no corpo do paciente, seu processo de recuperação, à medida que ele evolui do estado emocional negativo para o positivo. Ou seja, por meio da percepção da modificação da distribuição do Qi nos canais de energia, somo capazes de avaliar, tanto  a evolução do processo de cura que as essencias florais promoveram nas emoções como a melhora do quadro patologico fisico, ao mesmo tempo.  A junção dessas duas terapias permite estabelecer uma conversa entre corpo e mente e beneficar o nosso estado de saúde geral de uma maneira natural e segura.

Até a próxima!

Postar um comentário